segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

"Namorados"

 
I.P.
 
Uma crónica, de Acácio de Paiva, acerca de algumas das "sombras que envolvem o nascimento de 1921" -  as finanças, a economia e a "traficância". Essas mesmas sombras que envolvem igualmente o nascimento de 2013, prometendo ensombrá-lo...
Mas, como bem lembra Acácio de Paiva, nem só sombras se anunciam... haverá sempre "um clarão de luz" - a "Arte que brilha como estrela de primeira grandeza", a alumiar o Caminho... E, como me parece que o melhor dos caminhos é sempre o do Amor, mantenho a escolha do poeta, este soneto de Virgínia Vitorino, que já aqui lembrei.
 
Namorem muito e tenham um
SOBERBO 2013!

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

FELIZ NATAL!


 
I.P.
 
"... bemdito o instante / Que nos concede uma ilusão na vida!"

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

LABORINHO LÚCIO



Exp. 31.12.2009

"Na apresentação de um relatório do Sistema Nacional de Integridade (SNI) sobre corrupção em Portugal, Laborinho Lúcio referiu nesta segunda-feira que “é necessário que a Assembleia da República compreenda que é aí que é preciso um pacto”. Para aplicar essa estratégia avançou a possibilidade de ser criado um órgão, indicando que as organizações que já existem podem ser aproveitadas para esta nova entidade. 

Aos partidos, acrescentou, cabe serem “exigentes na qualidade dos seus elementos” para prevenir “a montante” os casos de corrupção com eleitos, em vez de se estar a agir “a jusante, punindo as más escolhas”. “A credibilidade da classe política está aí, na escolha”, argumentou.
... ... ..."

Abrir parêntesis
"A credibilidade da classe política está na escolha"
Sem dúvida!... Abstencionistas: 41,93% 
Fechar parêntesis

Natural da Nazaré, onde nasceu a 1 de Dezembro de 1941, o Juiz Conselheiro Laborinho Lúcio não é apenas Brilhante de nome... É mais um dos notáveis da nossa região que aqui lembro, não tanto pela sua brilhante carreira, mas pelo facto que dele mais me aproxima - as memórias da "minha" praia de infância e juventude onde, durante algumas épocas, habitei muito pertíssimo da Farmácia Laborinho.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Pinhões


I.P.

O pinhão é/era um fruto tradicional da região de Leiria; em Ansião, continua a realizar-se a Feira dos Pinhões; porém, aqui por Leiria, já vai sendo difícil encontrar os deliciosos bolos de pinhão e as fiadas de pinhões que, quando era miúda, se vendiam regularmente na praça e que eu adorava pôr ao pescoço e ir comendo até ficar apenas o fio... 
Reza a tradição que, marido ou namorado que ofereça à sua amada uma fiada de pinhões, tem a sua atenção garantida durante o ano... Ora, bem se vê no que tem dado a falta dessas fiadas de pinhões...