domingo, 27 de fevereiro de 2011

QUINTA DE S. JOSÉ


Belíssima. Habitada. Projecto Korrodi ?... Alguém me disse que pertenceu a uma tal Senhora Dona Generosa Vidal...

5 comentários:

  1. É, de facto, um belíssimo edifício, com o traço característico de Ernesto Korrodi.

    Há tempo também dei apresentei esta quinta mas não entrei em pormenores.
    Tenho andado a ver se arranjo tempo e disposição para aprofundar este tema. Vamos lá a ver.
    Tenho-me embrenhado em questões muito diversas no meu blogue, de modo que não estou a conseguir dar conta do recado como gostaria. De qualquer modo sempre vão ficando umas pistas para quem quiser aprofundar.

    Um abraço amigo
    António Nunes

    ResponderEliminar
  2. Gostaria de alertar para elevada degradação deste edifício histórico. Eu próprio já fui morador deste edifício construído no inicio do séc. XX pelo arquitecto Ernesto Korrodi, e posso testemunhar que no interior do edifício já são apresentadas "rachas"/fissuras com cerca 3 a 5 centímetros de largura, algumas já chegam mesmo a ter o comprimento do chão até ao tecto, os proprietários não se querem preocupar, ou simplesmente não têm meios para realizar obras. Coloco assim este alerta para a preservação de um dos edifícios mais bonitos da nossa cidade.

    ResponderEliminar
  3. Haverá, por certo, assuntos que ambos abordaremos, com mais ou menos pormenor, mas para os quais sempre será bom ir chamando a atenção...
    Gostava de saber mais acerca da actual situação deste prédio que, segundo anúncios que encontrei, se encontra à venda.
    Na mesma rua, a Vila Maria, a que também já dedicou um verbete e para cujo estado também hoje chamo a atenção, está em absoluta ruína, a que, esperemos, não chegue a Quinta de S. José...
    Um abraço, caríssimo Viseense, mais Leiriense que muitos de nascença o são...
    O.

    ResponderEliminar
  4. Obrigada, Pedro, pelo seu testemunho, que acrescenta alguma informação à pouca que temos. Desde logo a confirmação de ser um projecto Korrodi e o importante alerta para o facto da degradação no interior que, do exterior, não se adivinha.
    Sabe quem são os actuais proprietários? É que eu tinha informação que a inicial proprietária, que era de ascendência espanhola, não tinha herdeiros directos. E os moradores? Parece-me que há quem lá habite, mas que tb há escritórios.
    Até breve

    ResponderEliminar
  5. Pode-se verificar a origem da Quinta de S. José no documento da C.M.L. em :

    http://www.cm-leiria.pt/uploads/document/file/4029/Ernesto_Korrodi_-_Roteiro_na_cidade_de_Leiria.pdf

    Projecto de 1914 de Ernesto Korrodi (Zurique, Suíça, 1870 - Leiria, 1944).

    ResponderEliminar