segunda-feira, 26 de março de 2012

sábado, 24 de março de 2012

"Viajante"


O Occidente

"A gloriosa bandeira das Quinas é a primeira que, arvorada no tope da galera Viajante, comandada por José Sabino Gonçalves, atravessa o canal de Suez"

quarta-feira, 21 de março de 2012

Hospital Militar de Leiria

Em 18 de Maio de 2011 editei este verbete. Hoje, ao entrar no bairro dos Capuchos por uma rua que não costumo utilizar e vi depois chamar-se precisamente Rua do Hospital Militar, dei de caras com as ruínas do edificado que, em tempos, serviu como tal e tinha este aspecto

e, agora, está assim











Ao chegar a casa, fui tentar saber o que se passava com este Património do Estado e encontrei esta notícia, que tem quase um ano e, no entanto...
Mais efeitos da crise???

terça-feira, 20 de março de 2012

domingo, 18 de março de 2012

Já que não chove, vamos praiar?...

Nazaré à tarde - A. Roque Gameiro


Foz da Nazaré - Raquel Roque Gameiro

Praia da Vieira de Leiria - Raquel Roque Gameiro

Conheça melhor os Roque Gameiro, a "Tribo dos Pincéis", uma família de artistas.

sexta-feira, 16 de março de 2012

BAROSA


O Occidente

Barosa, campos férteis onde correm o Lis e o Lena!
Mas também campos de batalha, onde, em 2.Out.1810, as tropas de Massena enfrentaram o exército anglo-luso, que levou a melhor...
Campos lendários onde se escondia o Tesouro da Barosa...
Seria esta a Barosa que Eça refere n' "O crime do Padre Amaro"?...

 Ribeiro Cristino leccionou e foi Director da Escola de Desenho Industrial Domingos Sequeira de Leiria. Fez parte do "Grupo do Leão". Dele, um outro motivo leiriense, este "Passeio no Claustro do Mosteiro da Batalha"


quarta-feira, 14 de março de 2012

Da afición



Do espólio de Carlos Vieira, cedidos pela viúva, Estrela Vieira, estes dois documentos históricos que, por certo, agradarão à afición leiriense ( se ainda existe...) - uma imagem do nosso cavaleiro-toureiro D. José de Ataíde, em plena lide, e um bilhete para a corrida, de 11 de Junho de 1905, realizada na nossa antiga Praça de Touros.



terça-feira, 13 de março de 2012

ADELAIDE FELIX

Cron.Fem.1973

Uma jornalista e grande escritora, que falta estudar, e que escreveu sobre Leiria, as suas terras e as suas gentes. (verbete publicado em 18.07.2011)

Adelaide Félix (Santarém 1892 - Lisboa 1971) licenciou-se em Filologia Germânica pela Universidade de Lisboa e estagiou na Alemanha, país que visitava regularmente.
Publica o seu primeiro romance "Hora de instinto" em 1919 a que se segue, em 1921, uma colectânea de contos "Miragens Torvas".
Foi Teófilo Braga, seu mestre de Literatura, quem a incentivou a seguir a vida literária, tendo-lhe prefaciado um ensaio - "Shakespeare e o Othelo".
Exerceu funções docentes no Liceu D. Filipa de Lencastre, em Lisboa e foi também professora no Liceu de Leiria, tal como a própria afirma no "Roteiro de viagens feitas no mar tormentoso das letras por gentes de Leiria e seu termo", conferência que pronunciou na noite de 22.03.1944, na Casa do Distrito de Leiria, em Lisboa, "É ainda de Rodrigues Lobo, o liceu onde orgulhosamente eu servi..."
É também com muito orgulho que aqui confesso que o meu interesse por esta notável mulher de Letras é, para além de académico, do foro pessoal, uma vez que a conheci pessoalmente, diria, familiarmente, e dela guardo agradáveis memórias da minha infância e juventude.
Da sua considerável bibliografia, destacaria hoje o sobremencionado "Roteiro...",


uma vez que, encontrei, num "O Occidente" de 1911, um interessante apontamento acerca de um dos notáveis leirienses a que Adelaide Félix se referiu nessa sua alocução - o poeta José Daniel Rodrigues da Costa, o José Daniel do Almocreve de petas, que pertenceu à Nova Arcádia, onde usou o nome de "Josino Leiriense". 
"Surriada a Massena em Portugal", uma pateada que tanto calça Massena como igualmente bem veste qualquer actual "...Alteza que tem / caracter de ambicioso / a todos se torna odioso: / pois é por intenções más / no que diz e no que faz / Um ladrão facinoroso"... Ora leiam




O Occidente 1911

segunda-feira, 12 de março de 2012

Coincidências

O Occidente

Em verbetes anteriores, tive já ocasião de lembrar dois notáveis amigos de Leiria, que é como se fossem leirienses - Adelaide Félix e José Saraiva. Que ambos tivessem sido professores de liceu, ela exercendo em Lisboa, ele em Leiria, já eu sabia, o que não imaginava é que tivessem sido colegas de Faculdade..., mas tudo indica que sejam os próprios e não outros, com o mesmo nome.
Alguém pode confirmar?


quarta-feira, 7 de março de 2012

Ad petendam pluviam


O Occidente

Que seca!
Talvez organizar uma dessas procissões...

"No mês de Maio de 1896, D. José III, Cardeal Patriarca de Lisboa, ordenou ali preces públicas ad petendam pluviam, a que se associaram as freguesias circunvizinhas, nomeadamente a da Fátima, alcançando do Céu chuva abundante para os campos."

terça-feira, 6 de março de 2012

O "Retiro do Abade"
















Tempos houve que, em Leiria, existia uma Praça de Toiros, cavaleiros-toureiros e alguma afición.  "O último reduto da afición", uma tasquinha no Centro Histórico da cidade (na R. D. António da Costa), propriedade de um grande aficionado, Carlos Vieira, também já encerrou há algum tempo, mas, do que era, aqui ficam estas imagens, disponibilizadas pela sua viúva, Estrela Vieira, para memória futura. 
E perguntarão vocês: - mas porquê "retiro do abade" ???!!! É que, para além da afición, os frequentadores da tasquinha iam sempre à procura dos bons petiscos da D. Estrela... uns gulosos!...